quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Romeiros de Aracoiaba celebrando com a Mãe das Dores



A Festa e Romaria da Mãe das Dores começou de forma diferente este ano. Ao raiar do dia 06 de setembro, os fieis acorreram ao Santuário para a missa e o hasteamento da bandeira às 5:30 da manhã. A celebração começou antes de surgirem os primeiros raios do sol.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

"Quando a gente vem pra cá, deixa o coração em casa!" ou: "As raposas têm tocas e as aves têm ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça" (Lc 9,58).



Manhã de quinta feira, 1º de setembro de 2016. O dia mal começou e a notícia já se espalha na cidade de Aracoiaba: polícia, tratores, caminhões de mudança. Uma ação de reintegração de posse na comunidade Alto da Paz traz um espetáculo grotesco que causa revolta, medo e lágrimas nas famílias pobres que recebem ordem de retirar seus pertences e sair imediatamente das pequenas casas da taipa.
Cheguei ao local perto das 8 horas da manhã. Na entrada da comunidade alguém me apresentou ao Promotor de Justiça. Perguntei se estava tudo em paz e tive que escutar o mesmo discurso preconceituoso que torna culpados os pobres sem-teto e justifica a ação violenta do poder civil. Colhi algumas informações com as pessoas ali presentes e segui para entrar no terreno ocupado. Mais adiante o oficial de justiça com outra equipe de policiais guardava o acesso e controlava a entrada das pessoas. Identifiquei-me como padre e perguntei se eu podia entrar para falar com os moradores. Responderam-me que eu não podia fazer nenhum tipo de baderna. Um dos policiais interrogou-me sobre o motivo da minha entrada. Respondi que queria acompanhar os moradores. Disse ele em tom agressivo e cheio de arrogância: "Devia ter acompanhado antes.... a Igreja tem que tá é de joelhos, rezando..." Tive vontade de responder que não era ele quem determinava o que a Igreja devia fazer. Mas calei-me ou poderia ser impedido de entrar. O policial continuou no mesmo tom agressivo: "Não é pra fazer nenhuma reunião. Se tiver cinco pessoas reunidas eu vou pedir pro senhor sair. O senhor tem cinco minutos pra ir lá. E sem fazer nenhuma baderna..." E ameaçou: "Quando a gente vem pra cá, deixa o coração em casa..."
Senti-me na época da ditadura militar. Mas o que esperar de uma tropa de choque armada até os dentes, acostumada a pisar no pescoço de manifestantes e a impor-se pela brutalidade? Aqui cabem as palavras de Jesus ao ser crucificado: "Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem (Lc 23,34). A tropa de choque é apenas a manifestação militar da perversidade do poder civil que pesa sempre sobre os mais fracos.
Entrei e é claro que não obedeci às ordens absurdas da polícia. Lá dentro o desânimo, a revolta, o choro de quem é expulso de casa. Senhoras, jovens, idosos e crianças tentam salvar o que podem. As máquinas começam a demolir as casas sob o olhar desolado dos moradores. Um senhor tenta se aproximar da máquina que destrói sua casa no intuito pedir pra retirar um último objeto, um carrinho de mão que ficou pra trás. O policial da tropa de choque responde aos gritos:"Sai daí, porra... sai daí caralho..." É assim o tratamento dado ao pobre. Uma família inteira olha para o vazio, desolada, atordoada diante do local onde minutos antes estava o lar que a abrigava. Na saída uma senhora se dirige a mim dizendo: "não tem ninguém por nós, padre... só Deus tá com a gente. Antes de sair lembrei da profecia de Miquéias que vamos refletir nos Círculos Bíblicos da paróquia durante este mês. Diz o profeta: "Ai daqueles que antes de se levantarem de manhã já fazem planos para explorar e maltratar os outros! E logo que se levantam fazem o que querem, pois são poderosos! Quando querem terrenos ou casas, eles tomam" (Mq 2,1-2). Lembrei também de uma paroquiana que me disse: "Já comecei a ler o livro de Miquéias, padre. Tem tudo a ver com a nossa realidade".

Pe. Evando Alves de Andrade


domingo, 14 de agosto de 2016

Obras no Santuário preparam o local para a Festa e Romaria da Mãe das Dores

Mais um vez o Santuário Mãe das Dores passa por intervenções com o objetivo de melhorar o espaço e assim acolher melhor os romeiros durante os 10 dias de festa no mês de Setembro. Dessa vez o Santuário receberá mais um espaço destinado à praça de alimentação. O trabalho começou na segunda, dia 08 de agosto e deve ficar pronto antes da abertura da Festa. Como sempre, é bom lembrar que as obras realizadas no Santuário Mãe das Dores são custeadas pela Campanha dos Devotos e pelo Dízimo. A todos os sócios e dizimistas a nossa gratidão e pedido: continuem sendo fieis e que a Virgem das Dores interceda por todos vocês. Amém.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Está chegando a hora! Prepare-se para dez dias de muita fé e devoção!

      O coração já bate mais forte no peito do romeiro quando se aproxima o tempo da romaria. Assim cantava o povo de Deus: “Que alegria quando me disseram: Vamos à casa do Senhor! (Salmo 122, 1).  É com este entusiasmo que estamos preparando a Festa e Romaria da Mãe das Dores dos Alto Santo - 2016.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Festa de Santa Rita em Pedra Branca trará reflexão sobre a participação na Comunidade/Igreja

A comunidade de Pedra Branca celebrará no mês de agosto a festa de sua padroeira Santa Rita com o tema: Lembre-se: Você também é Igreja. Esse tema motivará a reflexão nas nove noites de novena. A proposta visa levar os fiéis a uma maior participação e compromisso na Comunidade. Cada noite contará com a participação de comunidades convidadas que irão dar sua contribuição para o fortalecimento da da fé e do compromisso da Comunidade local.  Durante a festa acontecerá também batismo e primeira eucaristia. Veja abaixo a programação completa:

DOMINGO, DIA 14/08 
Tema do dia: A união faz a força na Comunidade
18:30 - Novena
19h - Celebração da Palavra e Hasteamento da Bandeira

SEGUNDA, DIA 15/08
Tema do dia: Comunidade, lugar do serviço aos irmãos
18:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Jaguarão e Vila Nova

TERÇA, DIA 16/08
Tema do dia: A Comunidade é o lugar da partilha
8:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Batimbal e Joamirim

QUARTA, DIA 17/08
Tema do dia: Na Comunidade todos são importantes
18:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Jenipapeiro e Candéia dos Tristões

QUINTA, DIA 18/08
Tema do dia: Comunidade: Lugar do perdão
18:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Bulandeira e Conjunto Solón Lima Verde

SEXTA, DIA 19/08
Tema do dia: A oração fortalece a Comunidade
18:30h  - Novena
19h - Missa e Batizado
Celebrante: Pe. Evando

SÁBADO, 20/08
Tema do dia: A Comunidade vive a caridade
18:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Agrovila

DOMINGO, DIA 21/08
Tema do dia: A Comunidade é sal da terra e luz do mundo
18:30h  - Novena
19h - Celebração da Palavra
Com. Convidadas - Pedra Branca

SEGUNDA, 22/08
Tema do dia: A Palavra de Deus ilumina a vida da Comunidade
518:30h  - Novena
19h - Missa e 1ª Comunhão
Celebrante: Pe. Evando


quinta-feira, 16 de junho de 2016

Missão Pedra Branca: nove meses depois os frutos já podem ser vistos.

A comunidade de Pedra Branca é uma das mais distantes da sede da Paróquia de Aracoiaba. A pequena igreja de Santa Rita de Cássia foi dirigida durante muitos anos pela conhecida professora, catequista e moradora daquele Distrito: Dona Noeme Neri. Com o desaparecimento da distinta senhora, a comunidade ficou num vazio de liderança religiosa e viu-se claramente a necessidade de uma presença evangelizadora mais intensa por parte da Igreja Católica.